Diga-se de Passagem

A ponte do rio que cai



Uma ponte em madeira construída no governo do Tinô em Maracanã, entre as vilas de Cristolândia e São Raimundo foi incendiada por moradores do entorno. Tudo porque já havia tempos estava em condições ruins de trafegabilidade e devido aos insistentes apelos á Prefeitura, foi enviada uma equipe ao local que fez um trabalho que no interior se chama de "trabalho porco".

Os comunitários não aceitaram a forma improvisada dos reparos no logradouro e tacaram fogo, isolando o acesso as duas comunidades e a contemplação ao único bar do local chamado carinhosamente de "Xoxota Molhada"..

É importante neste momento comunidade e Prefeitura se entenderem para que casos assim não voltem a acontecer, causando transtornos à população e prejuízos aos cofres públicos. Tenho dito!  


No ritmo acelerado



O presidente da Câmara de Maracanã, vereador Cacaia Rebelo (PL) vem sendo acusado de uma série de irregularidades no comando da Casa de Noca. Nos corredores do legislativo correm ameaças e até demissões, em razão de certos desvios ainda não apurados detalhadamente pelo Blog.

Mas, a cabeça do presidente é um "chopp" e na manhã de sexta-feira(19) foi flagrado pelo estagiário quando caminhava tranquilo em torno do jardim botânico Bosque Rodrigues Alves, na capital paraense. Mas, que implicância do estagiário, aliás, caminhada é ótimo para saúde e pode ser feita em qualquer lugar. E o que isso tem a ver? E por que a foto? Simples, a manhã de sexta-feira é quando acontece a única sessão da semana na Câmara presidida justamente por Cacaia, que estava a 162 Km do local onde declara aberta a sessão e pede para ler a ata de reunião anterior.. Dá pra ti?

Maracanã para tolos



As dificuldades para se marcar uma consulta via o Sistema único de saúde (SUS) são assustadoras, mas o brasileiro não desiste nunca e consegue sim. Certas vezes espera três meses. Tudo marcado, depois de longa espera, vem a véspera da viagem para a capital e a expectativa: acordar cedo, tomar um dedo de cafezinho e partir.

O paciente Raimundo Herculano residente na vila de São Miguel do Itaquerê, interior do município de Maracanã, fez todo o ritual e estava com consulta marcada no Hospital referência Ophir Loiola, mas não conseguiu viajar até Belém, por falta de transporte da Secretaria. de Saúde e sem o recebimento do famigerado TFD de Maracanã, um dos piores no quesito administração da região.

Pão e Circo



Definitivamente a gestão "Maracanã para todos" adotou a política do Pão e Circo, inspirada na Roma antiga, quando houve a "denominada política do pão e circo, onde migalhas (pão e trigo) eram fornecidas gratuitamente à população e haviam espetáculos públicos em arenas, os gladiadores, para entreter a população, fazendo com que não ficassem revoltados com o seu desemprego e demais problemas sociais".
Os graves problemas de saúde, desemprego, educação sem aulas presenciais, entre tantas outras agruras de Maracanã, conforme acha o governo de todos, podem ser esquecidos com Kite Surf, corrida de ciclismo, campeonatos de futebol e trilhão.

Pão e circo II



A política medieval ficou mais presente e clara nos preparativos do Círio, pegando carona na maior festa religiosa da cidade, o governo "Maracanã para todos" criou a impressão de que as coisas estão se resolvendo e que basta ter fé. No anúncio oficial, fez um alento aos comerciantes que estão resistindo com bravura, alardeando que 60 mil visitantes estarão na cidade para ocupar hotéis, restaurantes e realizar compras nas lojas.
Ora veja, Maracanã com todas as vilas tem 30 mil habitantes, seria o mesmo que duas populações de Maracanã chegassem de repente para participar da carreata do Círio e das festas fechadas que serão realizadas no fim de semana. 

Não sei se por inocência ou intenção, mas o governo Reginaldo está viajando na maionese! 

No quintal do vizinho



O berçário das Ostras que fica localizado no Bom Jardim, bem na ilharga da vila do Mota, região praiana de Maracanã, tem sido reconhecido pelos visitantes como uma experiência fantástica do ponto de vista de contato com a natureza e produção de mariscos com sustentabilidade.
Por lá recentemente esteve o prefeito de Salinópolis, Kaká Sena, que aproveitou o momento para fazer algumas incursões politicas na região vizinha a sua cidade.
O povo maracanaense da região tão carente de prefeito recebeu o alcaide vizinho com muita festa.

O respiro da Dica ca



A ex-prefeita Dica Costa (PSDB) que o povo pensava ser a comandante da pior gestão de Maracanã, começa a receber carinho de aliados, dispostos a construir pontes que possam levá-la novamente ao palácio municipal de Maracanã. O governo que se achava ruim, quando comparado com o atual, passa a ser visto com olhares diferentes.
A Ex já anda toda sorridente e cheia de salamaleques sonhando com a Prefeitura. Tão animada tem ficado diante de tantos erros da atual administração que já encomendou um par de sandálias havaianas com sua marca registrada: cada lado de um jeito.  

Agora vai



O ESTAGIÁRIO DO BLOG que chegou em Maracanã com a maior mochila para as festividades do Círio de Nazaré, já sondou a rede de fofoca e calçada da fama e descobriu que a semana será de baixas no governo do prefeito Reginaldo Carrera (PL). É dado como certo, certíssimo, a queda da secretária de saúde, Edna Barros.
Também está prevista a saída do secretário de Obras, Cleidielson Paixão. Este, aliás, parece gato com sete vidas, já umas três vezes esteve cotado para sair, mas se segurou na S10. Só que agora o estagiário descobriu que o papo é reto.
Então, não custa nada aguardar. Será que o estagiário vai acertar?

Aulas só no ano que vem



O Blog ouviu uma importante liderança da área de educação que foi bem clara e de bate pronto: não acredito mais em aulas na rede municipal de Maracanã em 2021. 
Pelo andar da carruagem nem mesmo o Camaleão do Mimo, acredita que as aulas presenciais - já em vigor na quase totalidade do estado do Pará - retornem mesmo com os números da pandemia bem mais controlados, sobretudo, com o avanço do calendário da vacina em segunda dose e reforço.
Será um grande prejuízo para os estudantes de Maracanã que não tiveram um dia letivo presencial em 2021. Enquanto isso os alvarás paras festas sem uso de máscaras e aglomerações continua a sair a torto e a direito.

A divisão do Fundeb



Há quem diga em Maracanã que o motivo do não retorno às aulas presenciais nada mais tem a ver com os números da Covid 19, todavia com o desejo de não gastar dinheiro na educação. Sem aulas, sem merenda, sem conta de luz nas escolas, sem contratos temporários, sem material de expediente, sem gás, sem transporte escolar. 
Na grande maioria dos municípios as aulas voltaram e antes disso, os gestores e gestoras aproveitaram para reformar as escolas e adapta-las ao novo tempo normal.
Em Maracanã, a gestão esqueceu um detalhe: muitos municípios economizaram e investiram na educação em capacitação e reformas de escolas. Mesmo assim há municipalidades com mais de 10 milhões de saldo na conta. Como se sabe, os recursos não gastos no ano pelo fundeb, ao seu final, devem ter 60% do saldo rateados entre os professores. Sendo assim, o valor individual em Maracanã deve ser uma boa bolada.
Como diz Naldo Lobo: À conferir!

Círio de Maracanã 2021



Ainda na pandemia o Círio será simbólico por meio de uma carreta. Mas, neste momento, acontece nas águas do rio Maracanã o Círio Fluvial com várias embarcações ornamentadas com as cores oficiais de Nossa Senhora de Nazaré.
Durante os festejos da padroeira, o Blog por meio dos fotógrafos Sandro Barbosa e Davi Nunes, estará atualizando nossos leitores com imagens, para que todos possam se sentir bem pertinho de Nazinha.

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Gostem ou não
    A dona Dica dá uma aula pra esse Reginaldo.
    Quando era prefeita, ela sim dava ordens e mandava.
    Ela tinha autoridade e resolvia as coisas
    Tinha pulso e não deixava esses merdinha fazer a cabeça dela
    Votei nesse cara, pra nunca mais!!!!
    Se essa mulher voltar, meu voto é dela e a minha comunidade inteira

    ResponderExcluir
  2. O melhor pra Maracanã é Geovan,
    Reginaldo bobão caia fora
    Tu não manda nem na tua casa

    ResponderExcluir