Um relato do jovem ativista social Diogo Aquino, filho da vila de Beira-Mar, região do campo das Mangabas no município de Maracanã, causou diversos sentimentos e chocou a população. Segundo Diogo, pela segunda vez, o trapiche da vila - com forte vocação para a pesca do camarão - desabou no momento em que dezs pessoas se encontravam no local, inclusive sua genitora. As pessoas caíram na maré e ficaram bastante machucadas de diversas formas.

O acidente ocorreu no domingo à tarde quando o calor do verão leva muita gente para a água.




Da Redação
Carlos Guia 
Imagens: Diogo Aquino