Anotações sobre a escola "Ezequiel Lisboa" em Maracanã por Emanuel Pereira


 

A data de fundação da escola "Ezequiel Lisboa' é uma pergunta muito frequente. E o assunto foi muito "martelado" por ocasião do aniversário do município.


No meu livro "Revendo Caminhos" faço comentário sobre o ensino público em Maracanã, que a princípio era de responsabilidade da Igreja, depois, passou à tutela da Colônia dos Pescadores.
A partir de 1930, o governo do interventor Magalhães Barata adquiriu junto ao comerciante João Pinto o imóvel que viria abrigar o ensino público na cidade com as devidas séries e renomados professores da época.
Primeiramente Grupo Escolar, posteriormente Professor Luiz Dejard de Mendonça e ultimamente Ezequiel Lisboa, professor maracanaense da escola tradicional e que havia editado uma gramática em 1906.
Sem arquivo e sem registro oficial o antigo grupo escolar caminha para o seu Centenário.

A direção da escola deveria fazer uma pesquisa sobre a atuação desse notável professor em cidades por ele atuou, como Viseu, lá residiu e lançou sua gramática(foto).

Além de professor, Ezequiel Lisboa havia adquirido também a patente de tenente coronel, título comprado na época junto ao Exército. Para efeito de reflexão quanto a chegada do ensino público em Maracanã, é que a Colônia dos Pescadores chegou ao município por volta de 1917, tempos depois assumia o ensino na cidade, tarefa que exerceu por mais de uma década, quando passou para a tutela do estado.

 

Da Redação

Colunista - Emanuel Pereira

Postar um comentário

0 Comentários